A estratégia é anular os filhos do presidente