O Irã quer ser pisoteado